Autorretrato com Bonito, 1941, Frida Kahlo

Autorretrato com Bonito, 1941, Frida Kahlo

Frida Kahlo cria Autorretrato com Bonito, uma de suas obras mais famosas, em 8 de dezembro de 1940.

Como todas as pinturas de Frida, esta tem uma história de fundo. Ela estava em San Francisco com Diego Rivera, onde se casou. Ela, pegando coisas da arte do marido, começou a adotar e usar grandes e simples áreas de cores capturadas em um estilo deliberadamente ingênuo. Qual é o tipo de estilo que pode ser visto neste trabalho. Ele foi uma das pessoas que mais a influenciou.

Logo após seu casamento com Rivera (a segunda vez que ela se casou com o homem), em 29, Frida recebeu a notícia de que seu pai, Guillermo Kahlo, havia morrido. Depois dessa dura notícia, a artista voltou para a casa de sua família em Coyoacán, no México, para morar. E logo após seu retorno, ela pintou este auto-retrato.

Ela está vestida de preto, mostrando o luto que ainda vivia enquanto a pintava por causa da morte de seu pai. Em seu ombro está seu amado papagaio, Bonito dela, que também havia morrido recentemente. Ela não usa as jóias ou flores usuais em seu cabelo. Nesta pintura, Frida mostra sua tristeza e a solidão com que está vivendo um momento de perda em sua vida.

Embora ela esteja de luto, o fundo é cheio de vida. A pintura parece ser um “retrato da vida e da morte”, tema utilizado em muitas das pinturas do autor.

Scroll to Top