Menina com máscara da morte (brinca sozinha), 1938 Frida Kahlo

Menina com máscara da morte (brinca sozinha) 1938 Frida Kahlo

Em 1938, Frida pintou dois quadros semelhantes com o mesmo tema. Esta pintura retratava uma menina, que se acredita ser a própria Frida aos quatro anos, usando uma máscara de caveira. Este tipo de máscara é uma tradição no festival anual mexicano “Día de los Muertos”, onde se celebra a morte em vez do choro. A menina segura nas mãos uma flor amarela que lembra a flor tagete que os mexicanos colocam nas sepulturas na festa do “Dia dos Mortos”. Ela está sozinha em um vasto campo vazio sob um céu sombrio. A seus pés está uma máscara de tigre esculpida em madeira, semelhante à que está pendurada na sala de jantar da casa de Frida. Ambas as máscaras não parecem apropriadas para a menina inocente e são símbolos ou indícios da crueldade de seu destino.

Esta pintura foi coletada pelo Museu de Arte de Nagoya, Japão. Foi originalmente dado à atriz Dolores del Río como um presente. Posteriormente, foi comprado por um colecionador particular em Monterey, Califórnia.

Scroll to Top