O falecido Dimas, 1937 Frida Kahlo

O falecido Dimas 1937 Frida Kahlo

Era uma tradição mexicana homenagear uma criança morta através da pintura e Frida pintou esta pintura para uma amiga Delfina. Esta tradição remonta à época colonial do século XVI.

A criança falecida nesta pintura é o filho de três anos de Delfina, que é uma mulher indígena nativa e uma modelo para Diego Rivera. Diego é o padrinho desta criança. Quando o menino estava gravemente doente, a família se recusou a ir ao médico e preferiu recorrer a um feiticeiro. Embora Diego tenha tentado obter ajuda médica para o menino, a família recusou e o menino acabou morrendo de sua doença. Na parte inferior desta pintura, a inscrição diz: “O falecido Dimas Rosas aos 3 anos – 1937.”

Não se sabia por que o quadro não foi dado à mãe como lembrança. Foi exibido pela primeira vez em 1938 na galeria de surrealismo de Julien Levy, sob o título “Dressed Up for Paradise”. Em 1943, foi exibido com o título “Boy King” no Museu de Arte da Filadélfia. Hoje faz parte da coleção do Museu Dolores Olmedo na Cidade do México.

Scroll to Top