Retrato de Luther Burbank 1931, Frida Kahlo

Retrato de Luther Burbank 1931 Frida Kahlo

Este retrato retrata Luther Burbank, o Labrador conhecido por criar híbridos excepcionais de frutas e vegetais. Neste retrato, Burbank é mostrado como um híbrido com parte de um homem e a outra metade como uma árvore. Isso mostra que Burbank estava segurando uma planta sem raízes que é a planta óbvia de seu híbrido e foi plantada por ele mesmo. Suas pernas são mostradas como troncos de árvores e as raízes se alimentam de seu próprio bosque. Este óleo é a primeira tela a mostrar o tema favorito de Frida: “a fertilização da vida por meio da morte”. Burbank estava escondido sob uma árvore em sua casa na Califórnia após sua morte em 1926 e é apenas uma metáfora para isso. Nesse retrato, pela primeira vez, Frida partiu da simples descrição do sujeito externo. Ela esteve em contato com o surrealismo durante sua estada em San Francisco e pode ser influenciada pelo estilo. Outra especulação é que o estilo dessa tintura vem sem rodeios de sua origem mexicana. Na cultura mexicana, eles acreditam que os seres humanos se tornariam vegetações e animais e esta é uma escrita comum no virtuosismo mexicano.

Scroll to Top
Scroll to Top